ALZHEIMER

O que é a Doença de Alzheimer?

Com o envelhecimento da população, as perdas de memória vêm se tornando cada vez mais prevalentes na nossa população. A Doença de Alzheimer é demência mais comum na nossa população, podendo afetar não somente a memória, mas também outras funções cognitivas como orientação, fluência com as palavras, atenção, entre outras.

 

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico se dá através da história clínica, do exame físico neurológico e do teste neuropsicológico, associados a Ressonância Magnética do Crânio.

 

Novos exames estão entrando nas ferramentas diagnósticas das síndromes demenciais, como:

  • PET-CT Cerebral: também chamado de tomografia por emissão de positrons, o PET-CT mede o metabolismo de glicose no cérebro, assim mostra as áreas com redução da atividade geral. No caso da doença de Alzheimer, geralmente encontra-se reduzida a atividade dos lobos parietal e temporal.
  • Exame do líquor: diante da hipótese diagnóstica de doença de Alzheimer é possível dosar no líquido que banha o cérebro algumas proteínas que são marcadoras da doença. Essas proteínas se chama Tau, Phosfo-Tau e Beta Amilóide.

 

Com base em todos esses elementos da história clínica, exame físico e exames complementares, podemos dar o diagnóstico individualizado.

 

E como podemos tratar a Doença de Alzheimer?

O Tratamento felizmente tem tido grandes avanços nas últimas décadas, com bons resultados no controle dos sintomas, com melhora da qualidade de vida dos pacientes e familiares.

Últimas publicações do blog